ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO AEROESPACIAL

Autores

  • José Luciano de Santa Cruz Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.47240/revistadaesg.v0i33.830

Resumo

Existe, hoje, a convicção de que a Ciência e Tecnologia tem possibilitado  a transformação das sociedades, liberando as suas potencialidades humanas, seja pela substancial redução de seu esforço físico, seja pela ampliação dos domínios de sua racionalidade.
É sabido, também, que dentre todas as áreas de pesquisas científicas e tecnológicas, uma das que vem incorporando significativa quantidade de benefícios à humanidade, é certamente a da pesquisa espacial.
Este trabalho aborda desde a evolução da Ciência e Tecnologia no Brasil, até a concretização do Sistema Científico e Tecnológico Aeroespacial, estruturado e gerenciado, principalmente, pelo Ministério da Aeronáutica, através do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento (DEPED), e pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, através do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).
Enfoca, também, os programas e projetos em curso, enfatizando principalmente o Programa Espacial Brasileiro, a viabilização industrial de forma sustentada do setor aeroespacial, através de Plano de Cargas e Lotes Econômicos e a possibilidade de mobilização do parque industrial aeroespacial.
Finalizando, são mencionados os principais óbices e as propostas de políticas e estratégias para superá-los, no sentido de fortalecer o setor aeroespacial nacional e abrir os caminhos necessários para o Desenvolvimento e Segurança da Nação.

Downloads

Publicado

31-12-1969

Edição

Seção

Artigos