INFORMAÇÃO ESTRATÉGICA NOS ÂMBITOS INTERNO E EXTERNO:

Sistema Único ou Sistemas Independentes

Autores

  • Celso Santos da Silva

DOI:

https://doi.org/10.47240/revistadaesg.v0i31.826

Resumo

Com o desmantelamento do Serviço Nacional de Informações (SNI), o alto escalão do governo deixou de contar com um elemento que possibilitasse a produção de conhecimentos orientadores do processo decisório, com vistas à formulação de política e de estratégias nacionais. A Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), criada para absorver as atividades do SNI, mas direcionada, também, para outros aspectos e com seus quadros reduzidos, não tem, com oportunidade, cumprido o seu papel. O presente trabalho tem por propósito analisar alguns Sistemas de Informações, caracterizando os diversos métodos de controle, e propor um modelo nacional. Destaca, inicialmente, conceitos fundamentais ao seu entendimento. A seguir, apresenta estruturas de informações de certos países e, da análise e comparação, sugere, dentro de um enfoque muito pessoal do autor, aquela julgada ideal para o caso brasileiro, presa a um sistema único que englobe as informações estratégicas nos campos interno e externo. Ao final propõe política e estratégias julgadas necessárias ao implemento das atividades de informações no Brasil, com vistas ao ressurgimento da Comunidade de Informações.

Downloads

Publicado

31-12-1969

Edição

Seção

Artigos