O PROJETO CALHA NORTE E OS PAÍSES DA ÁREA – POLÍTICAS E ESTRATÉGIAS PARA A ATUAÇÃO DO BRASIL

Autores

  • Antonio Carlos Ferro Rumbelsperger

DOI:

https://doi.org/10.47240/revistadaesg.v0i28.814

Resumo

O trabalho teve como objetivo examinar o Projeto Calha Norte, verificando a sua pertinência, na atual conjuntura, em particular com relação aos países amazônicos, e identificar Políticas e Estratégias para a efetiva integração da região no norte da calha dos rios Solimões e Amazonas, ao restante do país. A região do Projeto é analisada sob diversos aspectos: fisiográficos, político, econômico, psicossocial e militar, onde se conclui pela imensidão de uma área ainda, praticamente, despovoada, mas promissora em riquezas. Em capítulo dedicado aos países amazônicos, onde são analisados a Colômbia, a Venezuela, a Guiana, a Guiana Francesa e o Suriname, constata-se a pouca importância dada à área pelos, mesmos. Este descaso com a faixa de fronteira propicia a ação de guerrilheiros e narcotraficantes, bem como de outras atividades ilegais. Em outro capítulo é apresentado o “Programa Calha Norte”, onde se verifica a validade de seus Projetos Especiais, para o momento nacional. O autor conclui que o completo sucesso de Calha Norte é indispensável ao desenvolvimento da Amazônia, e que sua integração às demais Regiões do Brasil garante a Soberania, independentemente de eventuais pressões internacionais.

Downloads

Publicado

31-12-1969

Edição

Seção

Artigos