DEPOIS DA GUERRA FRIA:

A ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA

Autores

  • Luiz Claudio Duarte

DOI:

https://doi.org/10.47240/revistadaesg.v28i57.204

Resumo

O texto analisa as posições adotadas pelos intelectuais da Escola Superior de Guerra (ESG) em relação à constituição de uma nova orientação para as Forças Armadas brasileiras diante da realidade geopolítica decorrente do final da Guerra Fria e das ações unilaterais dos Estados Unidos (EUA). Demonstra também como os esguianos repensaram, no período entre 1989 e 2006, a ligação militar e doutrinária com os EUA, questão presente na Escola desde a sua fundação. E assinala ainda como estes pensadores passaram a considerar a ameaça de uma intervenção estadunidense em território brasileiro e como defender soberania nacional diante desse risco potencial.

Downloads

Publicado

25-08-2017

Edição

Seção

Artigos