O DESAFIO DA COVID-19 PARA A SAÚDE PÚBLICA

Autores

  • Mayumi Duarte Wakimoto
  • Stephanie Lema Suarez Penetra

DOI:

https://doi.org/10.47240/revistadaesg.v35i74.1170

Palavras-chave:

COVID-19, Saúde Pública, Controle, Vigilância

Resumo

A emergência da COVID-19 evidencia a importância de um sistema de saúde
pública estruturado para articular ações de controle, prevenção, assistência e
pesquisa. Declarada Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional
em janeiro deste ano pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença tem
desafiado as autoridades sanitárias, que buscam a interrupção da transmissão
homem-a-homem, incluindo a redução de infecção secundária entre os contatos
próximos e profissionais de saúde. Realizamos uma breve revisão sobre a COVID-19,
incluindo as hipóteses para o seu surgimento, epidemiologia e vigilância, aspectos
clínicos, fisiopatologia, descrição do vírus e diagnóstico laboratorial, com ênfase
nas estratégias de controle e no impacto para a Saúde Pública. Considerando
que um tratamento específico ou vacina ainda não estão disponíveis, medidas de
distanciamento social passaram a ser recomendadas pela OMS para diminuir a
velocidade de propagação do vírus e consequentemente a sobrecarga nos serviços
de saúde. Novas estratégias de monitoramento e avaliação de risco devem ser
elaboradas para o enfrentamento de problemas de saúde complexos que envolvem
a ação do homem no ambiente e o movimento de patógenos entre espécies, uma
abordagem intersetorial, transdisciplinar em um mundo globalizado.

Downloads

Publicado

15-10-2020

Edição

Seção

Artigos